12 Coisas que você precisa Saber sobre o ‘gosto’ da Vagina

Muitas mulheres tendem a ficarem envergonhadas durante um momento íntimo com o seu parceiro. Isso acontece pela insegurança ao pensar no odor liberado pela vagina. Para saber mais sobre curiosidades sobre o cheiro da vagina, continue lendo esse artigo.

Se você é mulher e sempre está pesquisando na internet sobre como amenizar o cheiro natural das suas partes íntimas, saiba que isso não se faz necessário.

A aplicação de qualquer substância nessa região pode gerar complicações graves de saúde, seja no presente ou em seu futuro.

A questão é: não se deve abusar desses produtos em uma área íntima e tão sensível.

Por que a vagina tem um odor ruim?

Na verdade, quando uma mulher diz que a sua região íntima “fede”, ela mesma pode não ter um conhecimento para proferir tal informação.

Essa crença é tão enraizada na sociedade, que a fabricação de fármacos para inibir o aroma natural de uma mulher só tende a crescer com o passar dos anos.

Entretanto, o ponto chave desse questionamento é que: por que não naturalizar algo tão natural, tão intrínseco e que nasce com cada mulher ao redor do mundo?

Claro, nesse momento, não pode haver uma generalização, pois, em alguns casos, a liberação desse odor que é possível sentir na vagina, pode estar relacionado com algum problema de saúde.

Então, antes de adentrar nas curiosidades sobre o cheiro da vagina, é preciso elencar alguns pontos a respeito desse órgão.

Assim como o nariz ou os olhos, o órgão reprodutor da mulher também libera algumas secreções, e é por meio delas, que cada indivíduo do sexo feminino possui ser cheiro peculiar.

A liberação desses fluídos é algo, completamente, normal. Da mesma forma que o corrimento de um nariz entupido devido a uma gripe.

O real problema está atrelado ao fato que muitas mulheres acabam não aceitando o fato que isso, é o fluxo natural das fêmeas.

Esse corrimento é o que mantém a área íntima protegida contra a presença de infecções virais ou bacterianas.

Basicamente, esses microrganismos se mantem longe devido ao pH, que varia do ácido ao básico do corrimento vaginal.

Quando uma mulher sente que seu próprio odor está mais acentuado ou mais fraco, é um sinal do organismo para alertar que algo pode estar errado naquele perímetro.

Então, da mesma maneira que esse cheiro pode ser taxado como ruim, ele possui as suas vantagens. Mas, para descobrir sobre esse tópico, continue lendo esse artigo até o final.

Toda mulher possui o mesmo cheiro naquela região?

A resposta é não! Um jeito mais simples e didático de compreender sobre essa temática é usando como exemplo, perfumes.

Veja, é quase impossível que todas as mulheres do planeta usem a mesma marca e fragrância de um perfume.

Dessa forma, existem muitas pessoas as quais já as associamos com algum tipo de aroma.

Por exemplo, seu pai, sua mãe, seu namorado ou um colega de faculdade, ninguém possuirá o mesmo cheiro, porque isso é algo gerado pelo próprio organismo, no qual chamamos de “aroma natural”.

Mesmo que todos ao seu redor venham, por ventura, a usar o mesmo perfume, quando estão sem eles, você será capaz de sentir o “aroma natural” de cada um e perceberá a diferença.

Assim, nenhuma mulher no mundo libera um odor idêntico. Claro, pode ser algo semelhante, algo remoto, mas, mesmo assim, nunca idêntico.

O aroma de uma dama, por assim dizer, terá bastante influência do meio externo e também do interno, para que possa gerar seu cheiro natural.

Fatores externos:

  • Mudança de anticoncepcionais;

  • Excesso de medicamentos;

  • Higiene íntima;

  • Alimentação.

Como é perceptível, por mais banal que pensamos ser o uso de medicamentos para uma dor de cabeça, este afetará de maneira direta, o seu aroma natural.

Por esse motivo, é sempre bom estar atenta as curiosidades sobre o cheiro da vagina e o que cada um poderá ocasionar na vida de uma mulher.

Fatores internos:

  • Menstruação;

  • Colônias de bactérias;

  • Presença de fungos;

  • Inflamações na vagina ou no útero.

Durante o ciclo menstrual da mulher, ocorre a combinação do sangue com a sua secreção natural, aumentando a possibilidade da liberação de um odor mais forte e mais acentuado nesse período.

Porém, é válido ressaltar que nem todos os indivíduos do sexo feminino podem vir a ser acometida por essas ações. Tudo é algo muito intrínseco.

Quais os métodos para minimizar esse o odor vaginal?

Mesmo sabendo que é algo que já nasce com a pessoa, semelhante a uma marca de nascença, existem alguns procedimentos eficazes para que esse cheiro tenha uma intensidade menor.

Tudo isso de maneira que não seja prejudicial ou quase irritação nessa região tão frágil de uma mulher.

O que muitas não sabem, é que, ao escolher um sabonete, ele terá grande influência no odor liberado. E não, por mais que ele proporcione uma excelente fragrância no corpo, devemos ter cuidado ao comprar sempre com cheiros fortes.

O ideal são sabonetes com pH ácido, para contrapor com o pH da região íntima. Então, procure adquirir esse produto com uma faixa variante de 4,5 a 5,5.

Outra informação importante é quanto ao uso do sabonete. Ele só deverá ser passado naquela região, uma vez por dia, nada mais que isso.

A depilação é outro método para ameninar o odor de uma mulher. Os pelos da parte externa podem ser abrigo para muitos microrganismos. Além disso, conter resquícios da menstruação, da urina, ou das fezes.

Se você tem preferência pela depilação usando lâminas, é preciso ficar as trocando em um período a cada 30 dias.

Pois o alumínio poderá enferrujar, acumular microrganismos e passa para a região íntima, causando infecções.

Até mesmo no momento de escolher uma calcinha, deve-se estar atenta a sua composição. Dê preferência para malhas mais macias, como o algodão, por exemplo.

Por ser uma peça essencial no dia a dia, deve ser trocada 3 vezes ou mais durante o período de 24 horas.

Pois, o atrito causado por um short ou uma calça, pode causar pequenos ferimentos na vagina. E posteriormente, a liberação de fortes odores.

Confira algumas curiosidades sobre o cheiro da vagina

A partir do momento em que uma mulher faz o uso de algum produto em sua região íntima. Isso afetará em seu odor natural.

Seja usando acessórios na hora das relações sexuais ou até mesmo durante a sua higienização. Todas as ações tendem a ter um efeito que afetará no seu cheiro.

Pensando nisso, abaixo terá 12 fatos curiosos que uma mulher deve evitar para que não tenha um odor tão forte e cítrico. Que possa ser sentido por qualquer pessoa ao seu redor.

1. Período menstrual

Durante os dias em que uma mulher está sangrando, ou seja, seu ciclo menstrual está ativo, os fluídos liberados possuem um odor extremamente forte.

No momento em que o sangue chega no canal vaginal, ele será acoplado com as secreções já existentes naquele local.

Assim, o cheiro, que antes variava entre fraco e mediano, ficará muito mais intenso. Devido à presença constante do sangue, que está carregado com substâncias e descamações do útero e das tubas uterinas.

Portanto, para aliviar o cheiro intenso dessa região, é preciso fazer ter o dobro de atenção na hora da higienização.

Pois, se houver quaisquer descuidos no manuseio de perfumes ou sabonetes, seu canal terá algumas lesões ou até mesmo, feridas locais.

2. Tratamento com antibióticos

Quando uma mulher é acometida por uma infecção microbiana, ela será submetida a um tratamento a base de uma porção de antibióticos.

O nome dado a esse procedimento é antibioticoterapia. Porém, apesar de agir contra esses patógenos, os fármacos causarão um cheiro mais acentuado proveniente da vagina.

A ação microbiana acontece por todo o organismo, assim como, nas que estão presentes na região íntima de uma mulher.

Como o remédio atua eliminando todos os patógenos, isso inclui as que estão na vagina,. Dessa forma, fazendo com que o pH sofra alterações e libere um mal cheiro.

3. Sexo também deixa um odor ruim

Isso mesmo! Durante o ato carnal, um casal acaba fazendo troca das bactérias que estão presentes em seus corpos.

Por esse motivo, as pessoas costumam comentar o famoso “cheirando a sexo”, após alguém ter feito relações sexuais.

Isso acontece devido ao fato que, a troca desses fluídos acaba gerando um odor mais intenso, que pode ser sentido pelas pessoas ao redor.

4. Reposição celular

Por fazerem parte de quem somos, as nossas células são constantemente renovadas. Assim, no momento em que as células vaginais estão sendo trocadas, ocorre a liberação de mau cheiro.

Isto é, durante esse período, seu cheiro natural ficará mais acentuado, fazendo com que as secreções liberadas sejam sentidas mais facilmente.

5. Odor vaginal causado pelo esperma

Quando uma pessoa resolve ter momentos íntimos sem o uso de preservativos, ela terá uma mudança de pH.

Isso porque, o esperma liberado na vagina, mesmo em pequena quantidade, vai modificar a flora vaginal. Isso faz com que esteja mais propícia a uma colônia bacteriana.

O cheiro quando isso acontece é tão forte e fedido, que é chamado por “cheiro de peixe”.

6. Vagina infeccionada

Do mesmo modo que a boca, quando está infectada por bactérias, acaba produzindo um mal hálito, é a região feminina.

Qualquer infecção bacteriana que altere o pH vaginal, modificará o seu cheiro natural, o intensificando de tal forma, que será sentido não só pela mulher.

7. Aromatizantes na região íntima

O uso de itens perfumados pode piorar a situação do odor liberado pela vagina.

Lenços umedecidos, sabonete líquido e absorventes, só devem ser utilizados em casos de necessidade.

O lenço e o sabonete, quando mal usados, deixam pequenas lesões na pele sensível da região feminina. Dessa forma, gerando um acúmulo de bactéria, causando o odor ruim.

8. Não troca as roupas íntimas

Mesmo que uma mulher faça a sua higienização diária, não surtirá o efeito desejado caso ela não troque suas peças íntimas.

Devido a correria do dia a dia, o suor e o atrito na região inferior, deixará a vagina úmida. Isso atrai bactérias e um odor tão forte, semelhante a algo podre, azedo.

9. Higiene em excesso

Se a falta de cuidados higiênicos pode afetar, drasticamente, o cheiro de uma mulher, seu excesso também tende a causar o mesmo efeito.

Quanto mais se usa um produto, mais ele afetará a flora de microrganismos naquela região, alterando o seu pH e promovendo o mal cheiro.

O ideal é fazer o uso de produtos neutros, em pequenas quantidades ao longo do dia.

10. A vagina libera mal cheiro com lubrificantes

Outra das curiosidades sobre o cheiro da vagina.

Assim como o sabonete ou qualquer outro produto íntimo que não seja neutro, o pH da vagina irá ser modificado.

Por isso, para evitar que sua parte íntima fique com um odor após o sexo, evite usar esses produtos eróticos com muito cheiro.

Além de alterar o pH, o uso de lubrificantes atrai os microrganismos para o local. Seja na boca, durante o sexo oral, ou durante a penetração.

11. Perigos da ducha vaginal

Se você tem o costume de usar esses objetos antes do sexo, pode dizer adeus! Apesar de ser muito útil, eles causam um enorme estrago.

Quando são utilizados de forma frequente, seja no período menstrual, ou para fazer a limpeza de corrimentos na vagina, não deve ser usado.

Isto é, o corpo possui mecanismos naturais para esse tipo de acontecimentos. Então, quando uma mulher faz uso desse produto, ela só atrairá os microrganismos para a região íntima.

12. Usar talco, só em bebês

Algumas mulheres gostam de passarem um pouco de talco para combater as assaduras naquela parte mais íntima e também o cheiro. Essa é uma outra das curiosidades sobre o cheiro da vagina.

O uso de talco não é proibido, no entanto, quanto mais se é utilizado, mais a fragrância será absorvida pela pele.

Assim, em vez de, somente aliviar a inflamação, seu uso em excesso vai provocar infecções de fungos e bactérias.

Em alguns casos, existem relatos sobre o aumento da coceira no local da inflamação e devido a proliferação de microrganismos na vagina.

Essas são as 12 curiosidades sobre o cheiro da vagina que você precisa saber. Afinal não fique com a região íntima com odor de “peixe podre”.

Confira mais sobre Vagina!

woman in skirtUm saudável vulva — que inclui lábios e a abertura vaginal — gostos e cheiros como um saudável vulva.

Isto é, ele pode ser doce ou azedo, metálico ou amargo, salgado ou pontiagudos. Ele pode até ter se fatigarão dicas do que você tinha para o jantar.

O gosto pode até variar ao longo do mês, graças ao seu ciclo menstrual. O sangue pode afetar a maneira que gosto, como pode o branco de descarga que é comum com a ovulação.

Mas enquanto você não tiver qualquer excepcionalmente fortes aromas — acho peixe odores ou baforadas de algo de ruim — o seu cheiro e o sabor são muito finos, o que quer que seja.

Leia mais para saber mais sobre o que pode gosto, por isso pode mudar, e o que você pode fazer se o gosto ou cheiro parece desligado.

Isso geralmente se traduz em uma metalizado ou penny-como sabor

A vagina — que é, o canal interno — é naturalmente ácida. Isso é uma coisa boa. É como eles equilíbrio de bactérias que flor para baixo abaixo.

Mas essa acidez natural pode se traduzir alguns sabores que são mais fortes do que neutros. Algumas pessoas descrevem isso como uma metalizado ou penny-como o sabor. Outros têm mesmo chamou de uma “bateria” de gosto.

Um gosto metálico na verdade, pode ser mais comum nos dias após a menstruação, como pequenas quantidades de sangue podem ainda ser em e ao redor da vagina. Sangue, naturalmente, tem um gosto metálico devido ao seu teor de ferro.

Às vezes, é salgado ou um pouco azedo

Suor — a partir do exercício ou no seu natural, a transpiração do corpo — pode deixar sua área vaginal com uma pitada de sal.

Não limpando-se bem depois de urinar pode deixar atrás de pequenas quantidades de urina, o que também pode gosto salgado.

Um gosto amargo de excesso de suor não é incomum, também, e certamente não é um sinal de que nada de ruim por si só.

No final do dia, não deveria o gosto ou o cheiro de flores ou frutas

Se a Mãe Natureza havia destinado para a sua área vaginal cheirar como um stand de flores ou recém-frutas cortadas, que é o que a sua vulva poderia oferecer.

Em vez disso, o natural, o cheiro e o gosto são como próximo ao neutro como seu corpo pode chegar, se não sem dicas de suor, almíscar, e o odor de corpo.

Afinal, a vulva está muitas vezes escondido debaixo de camadas de roupas, e tudo o que pode ser um úmida por um tempo, pode desenvolver um pouco obsoletos cheiro ou sabor.

Isso não significa que qualquer coisa é errado. É apenas a natureza de bactérias, fluidos do corpo, e vulvas.

Gostos se algo fora, é mais provável devido a seu pH vaginal

O sabor pode ser um monte de coisas — o salgado, o amargo, metálico, azedo, mas o que ele não deve ser é funky. Se a sua área vaginal de repente desenvolve fortes odores ou sabores, pode ser que o seu natural, o equilíbrio do pH tem sido perturbado.

A vagina faz um bom trabalho de manter a bacterianas status quo. Mas quando isso inverteria, talvez por um banho novo produto ou medicação, a bactéria pode distorcer.

Que pode levar à inflamação, irritação ou até mesmo infecção, que pode causar incomum cheiros e gostos.

Isto pode ser devido a sua dieta

Alguns alimentos têm um impacto sobre a forma como sua área vaginal gostos, mas a lista é curta e não, ele não inclui ananás.

O aspargo, o que pode tornar a urina com cheiro forte, podem também ter um impacto na forma como você gosto. Relatos descrevem-no como “capim” ou “verde”.

Curry e fortemente condimentada alimentos também podem ter um impacto. Esses alimentos geralmente produzem o suor com um distinto cheiroe suor na virilha pode interferir com a sua vulva natural do aroma e do sabor.

Pode ser a partir da ingestão de álcool

Se o seu parceiro vai em cima de você, depois de uma noite de beber, as coisas podem saborear um pouco fora. Isso porque o álcool pode aumentar a transpiração. Ele pode até mesmo afetar o sabor do suor e seus fluidos corporais.

Dependendo do tipo de bebida que você tinha, o sabor pode ser amargo ou azedo. Bebidas açucaradas, por exemplo, podem interferir com o seu gosto, mas não, necessariamente, docemente.

O uso do tabaco pode afetar, também,

Se o álcool e alimentos impacto como sua área vaginal gosto. A razão de ser qualquer outra coisa que você colocar em seu corpo. Tais como produtos de tabaco, seria muito. E eles fazem.

O uso do tabaco pode afetar o quanto você o suor e o quão potente que a transpiração é. Que pode, por sua vez, afetam o seu natural, cheiro e sabor.

Por exemplo, o uso do tabaco pode causar ácido ou amargo sabores. Isso pode até gosto azedo ou obsoletos.

Os odores de tabaco podem ser absorvidos pela sua pele e cabelo. Também, para que o cheiro pungente de maio de impacto como você gosto.

Em alguns casos, se resume a suas práticas de higiene

A vagina é um auto-limpeza entidade. Deixado sozinho, ele pode e vai cuidar de si e manter um saudável equilíbrio do pH, enquanto forças de fora não interferem.

Você precisa apenas lavar os fora — da vulva com água e sabão suave quando você se banhar.

Se você não seguir regular de práticas de higiene e que não são regularmente lavar-se, você pode desenvolver incomum ou colocar cheiros e gostos.

Para lavar corretamente, lavar a vulva e a virilha com água morna. Você pode usar o sabão se você quiser, só tome cuidado para não obter qualquer dentro do seu canal vaginal.

Espalhar os lábios de seus lábios separados, e usar um pano ou as mãos para limpar ao redor da dobra.

Você também deve lavar o ânus e a área entre o ânus e a sua abertura vaginal. Esta área, se ele não for limpo, pode influenciar tanto o odor e o sabor de sua vagina.

Sua única preocupação deve ser a de um peixe ou de outra forma foul perfil

Certas condições ou infecções podem causar a falta ou ofensivo cheiro na sua área vaginal.

Uma infecção chamada vaginose bacteriana é como uma possível causa. A vaginose bacteriana , muitas vezes, provoca um amarelo ou cinza, alta e forte, desagradável odor vaginal que pode ser descrito como suspeito.

Tricomoníase, um tipo de doença sexualmente transmissível, também pode causar odores que assemelham-se peixes mortos. Corrimento incomum também podem ocorrer.

Se você ou seu parceiro detecta um verdadeiro odor desagradável, é hora de ver um ginecologista. Eles podem investigar a possível causa e fornecer tratamento para restaurar o seu cheiro e o seu sabor.

Pular a especialidade lavagens

Porque a sua vagina faz um bom trabalho para cuidar de sua própria saúde, você realmente não precisa usar produtos especiais para ajudar ou máscara de quaisquer odores você acha que está ruim ou ofensivo.

(Novamente, se você acha que o seu cheiro é repelente, você deve ver um médico, não spritz perfumada de rosas spray corporal para cobri-lo para cima.)

Muitos sabonetes, géis, e as lavagens podem parecer bem intencionadas, mas eles podem agravar um problema se não houver um. Eles podem também derrubar seus recursos naturais, nível de pH, o que pode convidar o crescimento bacteriano.

É melhor deixar o feminino lavagens, sprays, e desodorizantes na prateleira da loja, e deixe seu corpo e sua vagina se defender a si próprio.

Se você realmente quer mudar o jeito que gosto, tente isso

Não houve válido estudos ou confirmado maneiras de sugerir que você pode mudar a sua vulva gosto.

Temporário sprays e lavagens podem mascarar ou desinfetar por um breve tempo, talvez, tempo suficiente para o seu parceiro para ir para baixo em você, mas pouco pode ser feito de forma permanente.

No entanto, se você está determinado a encontrar uma maneira de tornar a sua área vaginal cheiro ou sabor mais florido fresco, mantenha estas dicas em mente:

  • Não comer comida forte. Espargos, alimentos picantes, ou fortemente com sabor de alimentos podem causar perfumado suor ou o odor de corpo.
  • Pular a bebida e cigarros. O tabaco e o álcool pode afetar o odor de corpo e de suor, também. Em última análise, estes alimentos podem tornar a área um sabor mais amargo, azedo, ou metalizado.
  • Não comer direito antes, é hora de ir para baixo. Se o seu parceiro deseja colocar um pedaço de goma de mascar e cuspi-la pouco antes de fazer o Abc em seu clitóris, por todos os meios, deixá-los. Mas tenha em mente que o que você come afeta como outras coisas que gosto. É melhor ignorar qualquer coisa de 30 minutos antes de se planejar para ir ao centro.
  • Tente não se preocupar. A menos que você está recebendo baforadas de peixes mortos ou em decomposição de algas fora de sua virilha, como gosto e como você sente cheiro de que é perfeitamente normal.

A linha de fundo

A vulva natural do aroma e sabor não são como qualquer outra, e que pode mudar em sua própria vida, mesmo de dia para dia. Contanto que você não está mostrando sinais de uma infecção, o seu cheiro e o sabor são perfeitamente bem.

Mas se você está preocupado que seu odor pode ofender ninguém, que passa a ser entre as pernas, converse com um médico. Eles podem olhar para qualquer subjacentes preocupações, quer se trate de uma infecção ou de higiene problema.

Se uma causa raiz para fora de sabores é descoberto, você pode trabalhar para tratá-lo de modo que você possa restaurar o seu sabor natural.

Veja Também

Está com Cárie? O que é, os sintomas da cárie, causas e tratamento

Quais os sintomas da cárie? As cáries são um dos problemas bucais mais comuns em crianças e adultos. De acordo com o Ministério da...

Chá de oliveira emagrece? Veja seus benefícios e efeitos colaterais

Chá de oliveira emagrece? O chá é uma bebida mundialmente famosa. Preparado por meio da infusão de flores, folhas, ervas e raízes em água...

12 curiosidades sobre o cheiro da vagina que você precisa saber

Muitas mulheres tendem a ficarem envergonhadas durante um momento íntimo com o seu parceiro. Isso acontece pela insegurança ao pensar no odor liberado pela...

Como tirar cera do ouvido em casa? Realize a limpeza com segurança

O acúmulo de cera de ouvido é um processo natural o corpo humano e desde muito novos, o hábito de limpar os ouvidos é...

Assunto relacionado 😉

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.