O que pode ser afta na garganta e como curar

Está com afta na garganta? A afta é se manifesta quando um pequeno ferimento (úlcera) surge no interior da boca. Ali na cavidade oral as doloridas feridas arredondadas começam a causar dor e muito desconforto. Os sintomas da estomatite aftosa costumam durar de uma semana a 10 dias.

Atingindo cerca de 20% da população mundial, as aftas são comuns tanto em homens quanto em mulheres, apesar de elas sofrerem 30% mais que eles com as pequenas feridas que, apesar de muito doloridas, não são contagiosas.

Mas você está com afta na garganta e se pergunta, o que devo fazer para curá-la rápido?

O que é a afta?

Primeiramente é preciso entender o que é uma afta. Consideradas pequenas úlceras, as aftas afetam a língua, todo o tecido que envolve a cavidade oral e também a garganta. Além disso, estomatite aftosa, normalmente, ela decorre de algum tipo de acidente, que provoca ferimentos no tecido da boca, que dão origem a uma inflamação.

Como veremos, ela também pode ser um sinal de que há algo de errado no estômago, ou pode significar a ocorrência de algum outro problema no corpo.

Saiba identificar uma afta na garganta

Se você está com afta na garganta ou em outra parte da boca, já deve ter percebido como ela é. Com um formato arredondado, costumam ter o centro esbranquiçado ou amarelado, enquanto que o derredor apresenta sinais de vermelhidão.

Normalmente uma afta tem cerca de 1 cm de diâmetro. Assim, no caso de feridas maiores é recomendável que se fique atento e procure um médico, se necessário.

É importante saber que o diagnóstico da afta não é possível com base em exames como de sangue, sendo indispensável o teste clínico realizado pelo médico especialista, que irá avaliá-la e dar seu veredicto.

O que causa a afta?

Não há uma causa específica para o surgimento das aftas. Não se descarta, por exemplo, que possa decorrer do ambiente em que as pessoas vivem ou de pré-disposições genéticas. Já houve estudos que comprovam que pessoas vivem em um determinado local, ou que são de uma mesma família, apresentaram maior predisposição ao desenvolvimento das aftas que outras.

Além disso, há outras questões variadas que podem contribuir para o desenvolvimento da afta:

  • Escovação excessiva;

  • Carência de vitamina B12;

  • Reações alérgicas;

  • Enfraquecimento do sistema imunológico.

É bom ficar atento a todos os possíveis causadores. Se você já está com afta na garganta, é bom verificar se nenhuma dessas causas acima se aplicam aos eu caso.

Causas específicas para afta na garganta

Existem causas específicas que podem explicar o motivo de você estar desenvolvendo aftas na garganta. Alguns pontos são similares as aftas que surgem normalmente em outras partes da boca.

No entanto, é bom ficar atento as que listamos a seguir, pois os motivos são variados e conhecê-los será ótimo para você que está com afta na garganta.

Sistema Imunológico enfraquecido

Um resfriado ou outra infecção que possa enfraquecer suas defesas pode abrir as portas para o surgimento das feridas. Se você está com afta na garganta, é bom verificar se está tudo bem com seu corpo e se você não está se exigindo demais. O cansaço, a falta de exercícios físicos e o estresse podem derrubar nosso sistema imunológico e nos deixar sensíveis ao surgimento as aftas.

Falta de vitaminas

Uma alimentação equilibrada é indicada pelos médicos como forma de combater quase todos os problemas de saúde. No caso das aftas, não é diferente. Se houver deficiências nutricionais no seu corpo e alguma coisa estiver faltando as aftas podem surgir como aviso.

A ausência de vitaminas que compõem o complexo B, bem como de ferro e ácido fólico podem ser algumas das causas para as aftas que incomodam na garganta. As vitaminas do complexo B são as que auxiliam na transformação do alimento em energia. Se você fica fraco, seu sistema imunológico cai e você fica exposto as potenciais aftas.

Refluxo e outros problemas estomacais

O ácido gástrico serve para digerir todos os alimentos que comemos. Quando algo não está certo e a acidez aumenta, ou há refluxo, pode haver irritação da garganta e, consequentemente, o aparecimento de aftas.

Alimentos com acidez elevada

Intimamente ligado com o item anterior, os alimentos que são muito gordurosos ou têm elevado nível de acidez, consumidos em excesso, podem favorecer o surgimento das aftas, além de contribuir também para outros problemas estomacais.

O refluxo também é chamado de azia por muitos. Assim, após a alimentação, a pessoa tende a sentir o alimento retornando até a garganta. O que retorna, na verdade, é o ácido gástrico, que vai machucando as vias e também a garganta. Nesse cenário, as aftas encontram local adequado para surgirem.

Câncer

Nesse caso há uma reação ao tratamento, pois, com a diminuição da capacidade de enfrentamento do organismo, as aftas surgem, aproveitando-se do sistema imunológico mais enfraquecido.

As aftas são feridas benignas e a inflamação tende a desaparecer em poucos dias. Em alguns casos, entretanto, pode ser interessante que o médico solicite uma biópsia, para averiguar a agressividade da doença.

Posso prever o aparecimento de uma afta?

Se você está com afta na garganta, talvez tenha sentido alguns sintomas que são sinais clássicos para o surgimento dessas úlceras. Eles surgem de repente, mas podem servir como aviso para o que virá.

Cerca de dois dias antes de elas aparecerem, é comum que a pessoa comece a sentir um ardor no lugar onde ela surgirá. Em alguns casos há quem sinta o local esquentar, ou mesmo uma queimação. Se você sentir alguns desses sintomas, pode esperar porque uma afta provavelmente aparecerá.

Está com afta na garganta? Veja quais os sintomas?

Uma afta tem como sintoma primordial a sensação de ardência quando tocada. Normalmente ela não irá doer o tempo todo, mas você a sentirá sempre que algo encostar nela. Então, o sintoma mais comum é a dor engolir.

Até por isso, muita gente costuma colocar uma pedra de gelo na boca e deixar que ela derreta aos poucos. Não chega a ser um remédio, mas a sensação de ardência diminui e o desconforto também.

Em alguns casos, pode ser que as aftas causem uma sensação de cansaço e até mesmo febre. Também pode haver inchaço dos gânglios do pescoço.

Está com afta na garganta? Veja dicas para curar rápido!

Uma afta pequena, das mais comuns, costuma desaparecer em alguns dias, sem a necessidade de utilização de medicamentos. Entre 7 e 10 dias é o período que os médicos indicam como tempo médio. Entretanto, se você está com afta na garganta e deseja curá-la rápido, temos algumas dicas.

Você verá que quase todas as coisas que indicamos aqui você tem em casa, assim, certamente uma delas lhe será útil para combater a tão incômoda afta na garganta.

Antisséptico Bucal

As aftas são pequenas inflamações, por isso, quanto mais limpo você deixar o ambiente onde elas estão, melhor. O enxágue repetitivo com enxaguante bucal ajuda a eliminar as bactérias que estão na boca e isso vai ajudar a afta a sarar mais rápido. Cuidado para não engolir.

Alimentação

Durante o período em que a afta está ativa, é bom que você evite o consumo de alimentos ácidos como abacaxi, limão, laranja, kiwi e tomate. Essa acidez pode causar aumento da dor e da sensação de desconforto. Além disso, também pode auxiliar na manutenção ou causar até mesmo a piora da inflamação.

Por outro lado, ingerir alimentos como suco de maçã, manga, banana e iogurte é uma boa ideia. Todos esses alimentos são ricos em vitamina B, ferro e ácido fólico. Como a ausência dessas vitaminas pode estar relacionada com o aparecimento das aftas, a ingestão é indicada.

Lauril e sulfato de sódio

O sulfato de sódio e o lauril são dois produtos químicos muito comuns em produtos de higiene bucal. Se você está com afta na garganta é bom evitá-los, pois eles podem contribuir para um aumento da inflamação.

Estes produtos são muito comuns em cremes dentais mais trabalhados, com maior poder de limpeza e, principalmente, naqueles que são indicados para a limpeza das gengivas.

Cuidado com alimentos duros

A afta é uma inflamação que precisará passar por um processo de cicatrização. Por isso, ela se curará mais rápido se você evitar ingerir alimentos duros, que podem causar novos danos à ferida.

Torradas, amendoins e nozes, que não são deglutidos pela saliva, devem ser evitados nesse período. Conforme os pedaços passam pela garganta, ainda sem estar devidamente deglutidos, podem causar novos ferimentos.

Gargarejo

Fazer uma mistura com água morna e sal ou também com água oxigenada, e depois realizar gargarejos é uma boa opção para quem está com afta na garganta. A mistura é rápida e costuma se bastante eficaz.

Funcionando como antissépticos, eles podem fazer a limpeza da região onde a inflamação aparece e, livre da presença das bactérias, ela se curará mais rápido. Lembre-se de que a afta na garganta é uma ferida e o tratamento é igual ao desempenhado se ela estivesse em outro lugar. É preciso mantê-la limpa e aplicar o remédio com frequência.

Gargarejo com água morna e sal

Nesse caso, você pode ferver a água e colocá-la em um copo. Depois, deve acrescentar uma colher de sopa de sal e mexer bem. Aí é só fazer o gargarejo. Depois, dispense a água, sem engolir.

Gargarejo com água oxigenada

Nesse caso, a medida é parecida. Em um copo de água você pode colocar 2 colheres de sopa de água oxigenada. Mexa bem e depois faça o gargarejo.

Tenha muito cuidado e despreza a mistura usada no gargarejo assim que terminar. Cuidado para não engolir.

Mel

O mel de abelha serve como hidratante, além de servir também como antisséptico. Quem está com afta na garganta deve aplicá-lo diretamente sobre a ferida e deixar que ele aja por um tempo.

A ação deve ser repetida várias vezes no dia, principalmente quando começar a haver ardência, pois o mel também tem propriedades calmantes para a pele.

Própolis

O extrato de própolis é conhecido pela sua capacidade anti-inflamatória e também por ser um potente bactericida, com propriedades cicatrizantes. Duas gotas sobre a ferida, de três ou quatro vezes ao dia, deve fazer com que a afta recue rapidamente.

Cravo-da-índia

Este é talvez o remédio caseiro cujo uso seja mais fácil. O cravo-da-índia tem propriedades que ajudam a combater os germes, por isso, basta manter um no interior da boca, chupando-o, e ele atuará para ajudar a combater a inflamação.

Está com afta na garganta: Medicamentos farmacêuticos

No caso de os remédios caseiros não funcionarem, há medicamentos no mercado que são destinados exclusivamente ao tratamento das aftas na garganta. O ideal é que você procure um médico especialista, que poderá lhe indicar o medicamento adequado e melhor maneira de utilizá-lo.

Quase sempre produzidas como pomada, são feitas à base de anti-inflamatórios e corticoides, também costumam ser associadas com anestésicos, como a Xilocaína, podendo ser aplicadas com um cotonete ou com a ponta do dedo.

O Ibuprofeno e o Paracetamol também podem ser utilizados no tratamento das aftas na garganta, pois são analgésicos comuns e costumam aliviar a dor com certa facilidade.

Assim, abaixo deixamos uma lista dos medicamentos que podem ser utilizados, mas lembre-se sempre que se tratam de produtos farmacêuticos, remédios, e de apenas utilizá-los após prescrição médica:

  • Omcilon-A (pomada);

  • Gingilone (pomada);

  • Paracetamol (comprimido);

  • Ibuprofeno (comprimido);

  • Laser de CO2;

  • Laser Nd:YAG.

Está com afta na garganta? Quando devo procurar um médico?

Se mesmo depois de seguir todas as nossas dicas, você ainda está com afta na garganta, provavelmente a melhor opção é procurar um médico especialista. Você deve procurá-los se:

  • A afta não desaparecer em até 3 semanas;

  • A dor for intensa, mesmo com uso de analgésicos;

  • Engolir começar a ficar muito doloroso;

  • As aftas tiverem tamanho maior que 1 cm de diâmetro;

  • As feridas começarem a aparecer com frequência;

  • Inflamações aparecerem nos lábios.

Qual médico devo procurar?

O especialista para o tratamento de problemas médicos que envolvem a garganta é o otorrinolaringologista. Se você está com afta na garganta, ele poderá te examinar (o diagnóstico da afta só é possível com exame clínico) e te ajudar a entender os motivos para ela ter surgido, bem como qual o melhor tratamento a ser adotado.

Veja Também

O que é o Aranto e para que ele é indicado?

Você sabe o que é o Aranto e para que ele serve? Esta planta possui como nome científico um verdadeiro “trava-línguas”: bryophyllum daigremontianum. Mas não...

12 Coisas que você precisa Saber sobre o ‘gosto’ da Vagina

Muitas mulheres tendem a ficarem envergonhadas durante um momento íntimo com o seu parceiro. Isso acontece pela insegurança ao pensar no odor liberado pela...

A Tensão Sexual: 22 De Sinais para observar e o Que Fazer em seguida

Compartilhar no Pinterest Você sabe que virar seu estômago faz — parece incrível e terrível ao mesmo tempo — quando você está na companhia de...

O que é Amilase alta ou baixa? Veja o que significa

O que é Amílase? A Amílase é uma enzima digestiva formulada pelo pâncreas e também por glândulas salivares; seu papel consiste em digerir glicogênio...

Assunto relacionado 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.