24.1 C
São Paulo
quarta-feira, abril 29, 2020

Tamanho do pênis: o que é normal? (e outras dúvidas comuns)

Must read

Anemia hemolítica: o que é, principais sintomas e tratamento

A anemia hemolítica autoimune, também conhecida pela sigla AHAI, é uma doença caracterizada pela produção de anticorpos que reagem contra os glóbulos vermelhos do sangue, destruindo-os...

Anemia de Fanconi: o que é, principais sintomas e tratamento

A anemia de Fanconi é uma doença genética e hereditária, que é rara, e se apresenta na criança, com o surgimento de mal formações congênitas, observadas...

Como identificar os sintomas de hipertireoidismo

Os sintomas de hipertireoidismo são principalmente nervosismo, irritabilidade, perda de peso e aumento da transpiração e dos batimentos cardíacos, o que acontece devido ao aumento...

Como é feito o tratamento para embolia pulmonar

A embolia pulmonar é uma situação grave e que deve ser tratada o mais rápido possível no hospital, para evitar colocar a vida em risco. Se surgirem...

O período de maior crescimento do pênis acontece durante a adolescência, mantendo-se com um tamanho e grossura semelhante após essa idade.

O tamanho médio “normal” do pênis normal ereto pode variar entre 9 e 13 cm, mas essa medida tende a oscilar de acordo com o país de onde se é originário, já que existem locais com médias superiores ou inferiores. Além disso, apenas 3% dos homens se encontra fora da média.

Porém, quando o pênis tem um tamanho muito inferior à média, pode ser conhecido como um micropênis, mas isso geralmente só acontece nos casos em que o órgão tem menos de 5 cm, por exemplo. Saiba mais sobre esta condição e o que pode ser feito.

1. Qual o tamanho médio “normal”?

O tamanho do pênis pode variar bastante de um homem para o outro, estando relacionado com vários fatores como a produção de hormônios. No entanto, segundos estudos realizados em vários países, o tamanho médio “normal” para um pênis flácido parece rondar os 9 cm, enquanto que ereto esse valor é de 13 cm. Já em relação à circunferência, o valor geralmente varia entre os 9 cm e os 12 cm.

2. Até que idade cresce o pênis?

Uma vez que o crescimento acontece principalmente durante a adolescência, a maioria dos meninos apresenta crescimento do pênis até por volta dos 20 anos de idade, sendo que após essa idade é comum que o tamanho fique semelhante para o resto da vida.

Embora o crescimento do pênis aconteça neste período, o ritmo pode variar de um menino para o outro, podendo ser mais rápido em alguns casos do que em outros, no entanto por volta dos 19 anos, o pênis já deve ter se desenvolvido quase completamente.

3. É possível aumentar o tamanho do pênis?

Existem várias técnicas que prometem aumentar o tamanho do pênis, mas a maior parte delas apenas consegue causar uma pequena alteração, não tendo o resultado esperado pela maioria do homens. Veja quais as técnicas mais usadas para aumentar o tamanho do pênis.

4. Fumar pode diminuir o tamanho do pênis?

O cigarro não interfere com a produção hormonal e, por isso, não afeta o crescimento do pênis. Porém, como fumar afeta vários órgãos do corpo de maneira negativa, ao longo do anos também pode interferir com as funções do pênis, mais especificamente com a ereção. Isso surge porque o uso prolongado do cigarro pode causar um bloqueio de alguns vasos sanguíneos, o que diminui o fluxo de sangue para o pênis. Quando isso acontece, o homem vai tendo cada vez menos sangue para produzir e manter uma ereção, podendo até resultar em impotência, por exemplo.

Entenda melhor o que é a impotência e quais as principais causas.

5. O pênis pode crescer torto?

O mais comum é que o pênis cresça com uma ligeira inclinação para um lado ou outro, sendo que isso acontece principalmente porque a uretra nem sempre acompanha o desenvolvimento do resto do órgão, causando uma ligeira curva.

No entanto, desde que a curvatura não cause dor, nem impeça a penetração durante o contato íntimo, não deve ser motivo de preocupação. Veja quando a curvatura do pênis não é normal e o que fazer.

6. O tamanho é importante?

Em vários estudos feitos sobre o tamanho do pênis, foi concluído que o homem é a pessoa mais preocupada com o tamanho de seu próprio pênis, existindo pouca preocupação por parte da parceira ou parceiro.

Além disso, na maioria dos casos, o tamanho do pênis não impede o homem de ter relações sexuais ou gerar uma gravidez de sucesso.

7. Quem devo consultar devido ao tamanho do pênis?

Caso se esteja preocupado com o tamanho do pênis ou caso se tenha alguma dúvida sobre o desenvolvimento do órgão sexual masculino, assim como os testículos, o melhor sempre é consultar um urologista antes de experimentar alguma técnica caseira para tentar alterar o tamanho. O médico é a pessoa mais qualificada para avaliar a situação e indicar as melhores formas de tratamento.

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Latest article

Anemia hemolítica: o que é, principais sintomas e tratamento

A anemia hemolítica autoimune, também conhecida pela sigla AHAI, é uma doença caracterizada pela produção de anticorpos que reagem contra os glóbulos vermelhos do sangue, destruindo-os...

Anemia de Fanconi: o que é, principais sintomas e tratamento

A anemia de Fanconi é uma doença genética e hereditária, que é rara, e se apresenta na criança, com o surgimento de mal formações congênitas, observadas...

Como identificar os sintomas de hipertireoidismo

Os sintomas de hipertireoidismo são principalmente nervosismo, irritabilidade, perda de peso e aumento da transpiração e dos batimentos cardíacos, o que acontece devido ao aumento...

Como é feito o tratamento para embolia pulmonar

A embolia pulmonar é uma situação grave e que deve ser tratada o mais rápido possível no hospital, para evitar colocar a vida em risco. Se surgirem...

Gastroenterite viral: o que é, como evitar e o que fazer

A gastroenterite viral é uma doença muito comum, principalmente em crianças com menos de 5 anos e idosos, sendo a causa mais frequente de...