O que significa ser Graysexual? 15 dicas para saber se você é!

Desde os primórdios da sociedade, alguns comportamentos são esperados das pessoas. Como por exemplo, o instinto sexual. Mas quando ele não existe ou se apresenta muito pouco. A pessoa pode ser classificada como Graysexual. Mas o que significa ser Graysexual?

Na sociedade atual muito é estudado a respeito de sexualidade e as maneiras como ela é expressa.

Novas nomenclaturas e classificações surgem a cada dia e entendemos melhor o comportamento humano.

Pode parecer complexo ou confuso demais para ser compreendido, e neste artigo esmiuçaremos melhor para facilitar o entendimento.

Antes de qualquer coisa, ainda que não se aplique a nossa realidade, o respeito é fundamental. Ainda que seja a respeito de algo que não conseguimos entender completamente. Mas respeitar o direito do próximo se expressar é fundamental.

Para entender melhor o que significa ser Graysexual vamos compreender a diferenças das relações sexuais e percepções que o individuo pode ter de si.

 

Orientação sexual X Identidade de gênero X Área cinza

Embora todas estas questões possam estar diretamente ligadas ou misturadas é necessário entender melhor o que cada uma quer dizer e como visualizar melhor no comportamento humano.

 

Orientação sexual

Diz respeito sobre quem você se sente atraído. É sobre quais pessoas você poderá olhar com interesse.

  • Se você sente atração ou desejo amoroso por pessoas do mesmo sexo que o seu você se classifica como homossexual;
  • Já quando você sente atração por pessoas do sexo oposto ao seu você se classificará como heterossexual;
  • Entretanto se você sente atração sexual por ambos os sexos, seja homem ou mulher, você será categorizado como bissexual;
  • Quando se sente atraído afetivo ou sexualmente por uma pessoa, independente de seu sexo biológico ou gênero sexual essa pessoa será considerada pansexual;
  • Agora se não existe atração por nenhum gênero e sexo, independente de qual seja, se classifica como assexual.

Diversos estudos acadêmicos explicam melhor e com riquezas de detalhes a psique humana e suas nuances.

Lembramos que se deve confundir assexual com assexuado. Pois assexuado está ligado a capacidade de reprodução onde não ocorre variabilidade genética, ou seja, os indivíduos descendentes são geneticamente iguais a matriz reprodutora, como ocorre com as células, por exemplo.

 

Identidade de gênero

Esta diz respeito a como você se percebe no mundo. Em qual gênero você se encaixa ou não se encaixa dentro da sociedade.

Está ligado também a como será construída as suas relações sociais e como prefere ser percebido por outras pessoas.

A identidade de gênero não depende exclusivamente do seu sexo biológico, que é o sexo que lhe foi resignado quando nasceu: menino ou menina.

Pode se considerar a identidade de gênero como binária, que ocorre quando a pessoa se classifica como homem ou mulher, ou não-binária, quando a pessoa se identifica com outros gêneros.

 

Os gêneros podem ser:

  • Cisgênero: são assim classificadas as pessoas que estão de acordo e aceitam o gênero que lhes foi resignado ao nascer. “Cis”, no latim significa “mesmo”, logo mesmo gênero.
  • São homens e mulheres, que foram registrados como homens e mulheres com base no seu sexo biológico ao nascer e pela sua vida permaneceram assim;
  • Transgênero: são aqueles que ao longo de sua vida não se identificaram com seu sexo biológico, mas sim com o oposto do que lhe foi dado.
  • Ou seja, pessoas que apesar dos órgãos sexuais femininos se percebem como homens, assim como pessoas que nasceram com o órgão sexual masculino se percebe como mulher;
  • Transexual: pode ser considerado o mesmo de transgênero, entretanto habitualmente essa nomenclatura é designada para as pessoas que se submetem à cirurgia de mudança do seu sexo biológico.

É muito importante ressaltar que é incorreto afirmar categoricamente que as pessoas cisgêneros são necessariamente pessoas heterossexuais.

Assim como afirmar que transgênero são obrigatoriamente homossexuais.

Pois como estamos explicando, isto só está ligado exclusivamente a como a pessoa se identifica, não com quem ou como ela se relaciona afetiva ou sexualmente.

Lembramos também que existem diversos outros termos e variações para o conceito de transgênero como: genderqueer, bigênero, pangênero, gêneros fluidos e drag queen. Mas para que fique mais claro no momento nos ateremos aos conceitos acima.

 

Área cinza

Aqui se lista como as pessoas se atraem por alguém. Se na relação haverá ou não relações sexuais e de que modo.

O conceito básico de relacionamento que a sociedade conhece é que quando duas pessoas se unem exista uma relação sexual atrelada à união, entretanto especialistas, indicam que isto não é uma regra.

Quão diversos são os seres humanos? Quão diversas podem ser suas sexualidades. Categorizar tudo pode ser muito complexo, entretanto pode ser esclarecedor.

Os desejos e impulsos sexuais humanos são divididos em três: Alossexuais, Assexuais e Grey sexuais.

 

Vamos definir melhor:

  • Alossexuais são pessoas que tem atração afetiva e sexual de maneira contínua. Ou seja: não há impedimento ou barreira para que a pessoa possa ter relações sexuais, pois ela tem um desejo ativo, sendo necessário um vínculo mínimo.

Para essas pessoas desejo afetivo e sexual estão diretamente ligados e acontece de maneira habitual para elas.

O padrão alossexual é o considerado mais comum e dito como “normal” (deixando claro que não há anormalidade em nenhum outro). Pois é o mais corriqueiro dentre as relações;

  • Assexuais ao contrário do anterior são pessoas que não sentem nenhum tipo de desejo sexual por outra pessoa. Pode haver desejo afetivo de manter uma relação de carinho e cumplicidade, porém as relações sexuais não faz parte do seu convívio.

Isso se dá em pessoas que não sofreram nenhum tipo de abuso ou trauma, não sendo necessário nenhum gatilho, pois essa condição nasceu com a pessoa;

  • Greyssexuais são as pessoas que se encontram entre as duas sexualidades acima. Elas podem ter ou não desejos impulsos sexuais.

Em geral para que essa atração sexual aconteça é necessário que haja algum tipo de conexão com a outra pessoa, seja ela: psicológica, afetiva, emocional, intelectual, etc. Será necessária muita confiança e intimidade, bem como um vínculo forte para que ela se sinta confortável com isso.

Nenhuma destas sexualidades informadas é condição ou obrigatoriedade com nenhuma orientação sexual.

Pois está é uma condição a respeito de como um ser humano se relaciona e não com quem se relaciona.

Sendo assim um assexual pode ser homo ou hétero, pode ser cisgênero ou não e assim por diante. Como foi dito apesar de se misturarem, são questões completamente diferentes.

O que significa ser Graysexual?

Depois de um panorama, podemos nos aprofundar qual comportamento significa ser Graysexual.

Compreendemos que esta é uma condição de orientação sexual e de como as pessoas se relacionam com outras.

Graysexual ou cinzassexual é o termo que se usa para se referia as pessoas que tem uma limitada experiência de atração sexual. Elas experimentam uma atração sexual por alguém muito raramente ou de intensidade baixíssima.

O termo Graysexual, deriva de “Gray” que é cinza em inglês decorre da ideia de que a sexualidade não é somente preta e branca, que há uma área cinza onde se encaixam as pessoas que não sentem impulso sexual frequente.

Ser assexual ou graysexual não é de maneira alguma uma condição médica. Pois não é simplesmente baixa de libido, dificuldades sexuais, sentir dor no sexo ou traumas que possam ter criado barreiras. É simplesmente a condição que a pessoa se sente bem.

Como saber se você é graysexual

Não há nenhum manual ou livro que defina ou categorize com regras o que significa ser graysexual.

Quando o assunto é sexualidade não há certo ou errado ou como medir como as pessoas vão se relacionar.

Aqui listamos 15 dicas para você analisar seu comportamento para tentar compreender se você se encaixa no que significa ser graysexual:

  1. Percebe atração sexual somente quando existe um parceiro romântico;
  2. O sexo não ocupa um lugar relevante em sua vida;
  3. Sentir atração sexual em determinadas circunstâncias muito específicas;
  4. Sentir pouca ou quase nenhuma atração sexual;
  5. Priorizar outras formas de carinho;
  6. Sentir-se desconfortável quanto à cobrança de vida sexual mais ativa;
  7. Não desejar sexo com pessoas com que não haja um vínculo;
  8. Não se identificar como as outras pessoas se relacionam com o sexo;
  9. Não reagir como as outras pessoas com relação ao sexo;
  10. Não sentir necessidade de praticar sexo;
  11. Quando tenta realizar sexo sem espontaneidade sentir-se desconfortável;
  12. Sentir-se inconstante com relação ao desejo sexual;
  13. Sentir dias com libido muito alta em outros, muito baixa;
  14. Critério muito rigoroso quando escolhe um parceiro sexual;
  15. Necessidade de laço muito forte para que haja relação sexual.

O Importante

O importante é você se sentir bem e seguro com suas decisões, além de claro procurar manter uma sexual segura caso ela exista.

O amor-próprio e o respeito conseguem mesmo deverá estar em primeiro lugar de suas prioridades e antes de querem se encaixar em algum padrão pré-determinado, você tem que se sentir confortável.

E lembre-se que não há nenhum tipo de problema de saúde física ou mental caso você perceba que se encaixa na grayssexualidade.

Será necessário muito autoconhecimento e perceber os sinais que seu corpo dá quando você está exposto a condição de contato sexual.

Ainda assim se tudo continuar insatisfatório ou confuso procure a ajuda de um especialista. Diversos profissionais e grupos de apoio existem para acolher pessoas que precisam se entender e compreender melhor o que significa ser graysexual.

 

Qual a diferença entre ser graysexual e baixa libido?

A atração sexual se difere da libido, pois esta se direciona a respeito do desejo e do impulso sexual.

A libido é sobre a necessidade de ter sexo para sentir prazer sexual, na psicanálise diz-se que ela é a energia dos instintos da vida. Ou seja, é um impulso do corpo para a preservação da espécie que faz com que as pessoas sintam a necessidade de praticar sexo.

A libido pode diminuir no corpo por diversos fatores, desde doenças psicossomáticas quando condições físicas.

Já no caso das pessoas consideradas graysexual a libido pode existir, entretanto não é o que move a pessoa.

Para que haja uma atração sexual com pessoas graysexuais é necessário que haja toda uma relação de confiança e um laço muito forte.

 

Quais atrações as pessoas graysexuais podem experimentar?

Existem muitas outras maneiras de se relacionar, o que significa ser graysexual não é ser sozinho, mas construir outros tipos de laços.

Estas são algumas das atrações que podem existir entre assexuais e graysexuais:

  • Atração romântica: desejar um relacionamento romântico e afetivo com outra pessoa;
  • Estética da atração: sentir-se atraído por pessoas com base em na sua aparência física;
  • Sensual ou atração física: desejar tocar, abraçar ou ter relações sexuais;

 

Como funciona o sexo para um graysexual?

Como dissemos o sexo pode acontecer com pessoal que se identificam como graysexual, ainda que mais raramente do que pessoas allossexuais.

E como em qualquer outra relação este momento pode ser divertido e prazeroso, desde que aconteça com consentimento e confiança.

Das diversas motivações que podem levar um graysexual a transar podem ser incluídas:

  • Desejo de engravidar;
  • Sensação de intimidade;
  • Materialização do laço emocional;
  • Prazer e diversão;
  • Experimentação.

Os graysessuais podem ter percepções e sentimentos diferentes com relação ao sexo que os allossexuais não sentiriam.

Podem enxergar o sexo como as seguintes classificações:

  • Repulsa: não desejar de maneira alguma realizar o ato sexual;
  • Indiferente: sensação morna, podendo ou não realizar o ato sexual sem que isso dê prazer ou incomode;
  • Favorável: quando desejam muito o sexo e conseguem sentir prazer normalmente.

O graysexual pode ainda flutuar entre os três sentimentos. E variar entre todas essas sensações ao longo de sua vida.

 

A masturbação também pode estar presente na vida de um graysexual.

Como qualquer outra pessoa em dias que se sentir confortável e com libido suficiente para sentir prazer a pessoa pode se masturbar normalmente, não existindo nenhum tabu.

Afirmamos novamente que não há nenhum manual ou regra que defina o que significa ser graysexual.

O importante é respeitar seus limites e desejos.

Sentir-se confortável e feliz é o pilar fundamental para a existência de qualquer pessoa. E lembre-se que sempre haverá profissionais a fim de ajudar a compreender melhor.

Se você se identificou com alguma parte deste artigo conta pra gente nos comentários e se você conhece alguém que pode gostar compartilhe com seus amigos.

Veja Também

Está com Cárie? O que é, os sintomas da cárie, causas e tratamento

Quais os sintomas da cárie? As cáries são um dos problemas bucais mais comuns em crianças e adultos. De acordo com o Ministério da...

Chá de oliveira emagrece? Veja seus benefícios e efeitos colaterais

Chá de oliveira emagrece? O chá é uma bebida mundialmente famosa. Preparado por meio da infusão de flores, folhas, ervas e raízes em água...

12 curiosidades sobre o cheiro da vagina que você precisa saber

Muitas mulheres tendem a ficarem envergonhadas durante um momento íntimo com o seu parceiro. Isso acontece pela insegurança ao pensar no odor liberado pela...

Como tirar cera do ouvido em casa? Realize a limpeza com segurança

O acúmulo de cera de ouvido é um processo natural o corpo humano e desde muito novos, o hábito de limpar os ouvidos é...

Assunto relacionado 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.